MENU

Anterior

Dicas para viajar com o cachorro em segurança

Próxima

Próxima

Como ensinar o cachorro a ficar bem sozinho

Próxima

12/03/2015 Comentários (5) Visualizações: 44192 Cachorros, Dicas De Produtos

Brinquedos inteligentes para cachorros

Apesar de serem muito semelhantes aos brinquedos comuns, os brinquedos inteligentes para cachorros (ou brinquedos interativos) se diferem por oferecer um desafio intelectual ao cão e somente recompensá-lo quando o “quebra-cabeça” for resolvido.  Dessa forma, os brinquedos inteligentes estimulam a mente do cachorro, criando, ao mesmo tempo um momento de distração e descontração que acabam por atenuar problemas comportamentais e estresse nesses animais.

Os brinquedos interativos estimulam diversos instintos inerentes ao cachorro que geralmente não são utilizados no seu dia a dia.  Por exemplo, enquanto os cachorros domésticos recebem a sua refeição pronta diretamente de seus donos, cães selvagens trabalham para comer.  Para ter uma caça bem sucedida, esses animais precisam raciocinar, interagir com os outros membros da matilha e se exercitar.  Quando acompanhado com as caminhadas e exercícios diários, os brinquedos inteligentes completam uma lacuna importante ao proporcionar estímulos similares aos encontrados em ambientes naturais.

Para serem eficientes, os brinquedos interativos devem levar em consideração o temperamento e as características individuais de cada cão, de forma a engajá-los em atividades que estão de acordo com o seu tamanho, nível de inteligência e energia. Conforme o cachorro for melhorando seu desempenho com os brinquedos, desafios maiores podem ser oferecidos.  Dessa forma, os brinquedos inteligentes, além de divertidos, também têm um cunho educativo e influenciam na qualidade de vida do animal.

Encontramos alguns bacanas para você aqui, vindo de uma loja que confiamos.

Os benefícios dos brinquedos interativos

De modo geral, as brincadeiras apresentam oportunidades para que os cães interajam com o ambiente onde vivem e criem vínculos com outras pessoas e animais. Mais especificamente, os brinquedos inteligentes, por proporcionarem um desafio divertido, são ferramentas que ajudam a controlar o tédio, estresse, mastigação destrutiva, lambedura excessivas, ansiedade de separação, escavação, latidos incessantes e até dificuldades concentração para a condução de treinamentos e ensino de comandos.

Similarmente, tais brinquedos aproximam o cão do seu estilo de vida ancestral, estimulando-os a aprimorar suas habilidades cognitivas em busca de comida.  Ao exercitar essas aptidões ao longo do tempo, o cachorro desenvolve o seu cérebro e melhora a sua memória.

Brinquedos aliviam o estresse e o tédio

Dentre as principais razões que levam os cães a adotar comportamentos negativos estão o estresse, a falta de exercício e o tédio, ou literalmente, a falta do que fazer. Quando os cachorros estão agitados, eles buscam formas de gastar a sua energia, porém, sem estímulos físicos e mentais para gastá-la, os cães podem se engajar em comportamentos não desejáveis, como destruir ou mastigar objetos e móveis, fazer as necessidades no local errado para chamar atenção ou até mesmo ser resistentes aos comandos de seus donos.

Uma boa alternativa, neste caso, é apresentar ao animal atividades e brinquedos que os instiguem e os entretenham durante algum período de tempo. Essas atividades, junto aos exercícios físicos, irão  mantê-lo ocupado e reduzirão a probabilidade de o cão sofrer com estresse ou tédio.

Brinquedos mastigáveis podem melhorar a saúde bucal do cachorro

É comum que alguns brinquedos inteligentes sejam produzidos com materiais diferenciados, como por exemplo, a borracha natural. Além de evitar que o cão triture e mastigue outros objetos, a brincadeira também pode ser responsável por fortalecer a mandíbula e melhorar a saúde das gengivas. Procure algo na linha desse brinquedo aqui.

Isso é especialmente importante para filhotes de cachorros que sentem desconforto quando trocam os dentes de leite por dentes permanentes.  Durante esse período, o filhote procurará diversos meios para aliviar a dor e desconforto.  Para prevenir que ele não coma os chinelos, sapatos e móveis da casa, donos podem oferecer brinquedos ao cachorro.  Considerando que o cheiro dos petiscos atrai o filhote mais do que os móveis e objetos da casa, os donos podem aproveitar essa preferência para ensinar o cachorro os objetos que pertencem a ele e os objetos que estão fora de limite.

Brinquedos estimulam o olfato dos cães

Os brinquedos inteligentes, além de serem muito divertidos, podem ser responsáveis por promover um dos principais sentidos caninos, o olfato.  Esse sentido, largamente utilizado durante as caçadas, nem sempre é utilizado com frequência no dia a dia dos cães, particularmente para os que vivem em apartamento e não têm muitos estímulos durante o dia. Isso se dá em contraposição a cães que vivem em casas com grandes jardins, sítios e chácaras, onde a diversidade de cheiros é maior e esse sentido é bastante explorado e estimulado.

Vale destacar, que estamos falando aqui de estímulos mentais e não de físicos. Por isso, mesmo para os cães que vivem em casas também é muito importante realizar as caminhadas diárias.

Para cães de raças farejadoras, como o daschund e o basset hound, esse tipo de brincadeira é particularmente importante, pois elas foram desenvolvidas para.  Já para cachorros braquicefálicos e outras raças que tem menos habilidade de farejo, esses brinquedos oferecem uma oportunidade para eles fortalecerem o sentido mais forte no cachorro.

Uma boa tática para incentivar o cão a brincar com o brinquedo é oferecê-lo quando ele estiver com fome. Provavelmente a atenção do pet será inteiramente direcionada à atividade e ela será mais proveitosa.

Brinquedos interativos ajudam a combater a ansiedade de separação

Muitos cães sofrem de ansiedade de separação e receio de isolamento quando o dono sai de casa. Nessas circunstâncias, por conta da sua ansiedade, o cão pode adotar comportamentos indesejáveis ou até mesmo prejudiciais à sua saúde.  Ao dar uma atividade agradável para o cão fazer nesse momento, donos criam uma associação positiva com algo que antes era visto pelo cão como negativo (a simples ausência do dono).

Por isso, brinquedos interativos podem ser uma estratégia eficaz para manter o cachorro ativo durante esses períodos. Apenas se certifique de o brinquedo que você vai deixar junto com o cão é seguro para que ele fique sozinho sem supervisão, isto é, que não tenha, por exemplo, peças muito pequenas que possam ser engolidas.

Veja aqui mais dicas para deixar o cão sozinho tranquilo e em segurança.

Brinquedos podem auxiliar no adestramento e no treinamento de comandos

Brincar com o cachorro pode ser uma forma divertida de fortalecer o relacionamento entre dono e cão, além do posicionamento do dono na “matilha.” Nesses momentos, o dono pode reforçar os comandos básicos de “não”, “senta”, “fica”, “deita”, “busca” e “vem”. O brinquedo também pode ser um incentivo para acostumar o animal a um novo ambiente ou situação, como a caixa de transporte ou uma nova área da casa.

Sempre que o animal agir corretamente, o dono deve recompensá-lo com elogios, petiscos e carinho.

Brinquedos aguçam a inteligência canina

Além de exigir técnica dos animais, os brinquedos inteligentes oferecidos no mercado também possuem níveis de dificuldade diferentes. O intuito é que a brincadeira seja divertida, mas que proporcione concentração, que instigue o interesse do animal e, acima de tudo, gaste sua energia.  Esses tipos de brinquedos não só desafiam o cachorro, mas também, aprimoram a sua memória, reforçam os comandos e melhoram obediência, além da coordenação motora e a concentração.

É comum que o cachorro, em alguns casos, tenha dificuldade de entender o desafio do brinquedo interativo. O dono deve permitir que o animal explore e se interesse pelo brinquedo. Em alguns casos, pode demorar semanas para o animal compreender a proposta da brincadeira. Seja paciente e respeito o tempo do seu cão.

O nível de dificuldade do brinquedo deve estar coerente com a inteligência do animal, pois brinquedos cujos desafios são muitos difíceis podem desestimular o cachorro.  Na maioria dos casos, donos devem começar em um nível mais básico e aumentar conforme o desempenho de seus cachorros. Ao mesmo tempo, a brincadeira não pode ser muito fácil, pois nesse caso não estimulará satisfatoriamente o cão.

Inicialmente, essas brincadeiras devem contar, inclusive, com a participação do dono. Quanto mais o dono instigar, mais divertido será para o cachorro descobrir as funcionalidades da brincadeira.  O ideal é que cada sessão com o brinquedo inteligente dure 20 minutos. Isso permite aumentar a velocidade de raciocínio e o nível aprendizagem do animal.

É interessante que o dono retire, higienize (se for o caso) e guarde o brinquedo após o uso. A ideia é tornar o brinquedo inteligente uma ferramenta para estreitar o relacionamento do dono e cachorro, além de um recurso para estimular o cão, até mesmo quando o dono não estiver em casa. Assim, ela não deve estar sempre disponível, pois possivelmente se tornará comum e desinteressante para o cão.

Cuidados que devem ser tomados com brinquedos inteligentes

Os brinquedos interativos estimulam os instintos dos cães por oferecem uma recompensa alimentar, dentre outros motivos.  Portanto, há de considerar as restrições alimentares dos cães antes de iniciar atividades com esses brinquedos interativos.  Em alguns casos, como para animais obesos, é recomendado que donos utilizem a ração do animal como recompensa.  Donos interessados em inserir um novo tipo de alimentação nos brinquedos inteligentes devem consultar o veterinário do pet.

5 comentários para Brinquedos inteligentes para cachorros

  1. Victoria disse:

    Ainda acho que a melhor companhia para um cão é outro cão, assim eles podem brincar, trocar umas ideias…

  2. […] Brinquedos inteligentes e ossos recreativos são formas do seu cachorro se divertir quando estiver sozinho.  Além disso, os brinquedos inteligentes não precisam ser oferecidos somente quando não há ninguém, mesmo por que alguns nem são adequados para ser deixado com o cão sozinho, uma vez que tem peças pequenas. Muitos deles são em formato de quebra cabeça e, ao resolvê-lo o cão se cansa mentalmente e tende também a ficar mais relaxado quando fica sozinho. […]

  3. […] Brinquedos inteligentes e ossos recreativos são formas do seu cachorro se divertir quando estiver sozinho.  Além disso, os brinquedos inteligentes não precisam ser oferecidos somente quando não há ninguém, mesmo por que alguns nem são adequados para ser deixado com o cão sozinho, uma vez que tem peças pequenas. Muitos deles são em formato de quebra cabeça e, ao resolvê-lo o cão se cansa mentalmente e tende também a ficar mais relaxado quando fica sozinho. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *