MENU

Anterior

Elefante e cachorro são melhores amigos

Próxima

Próxima

Raças de cachorro sem cheiro

Próxima

22/07/2014 Comentários (4) Visualizações: 142787 Cachorros, Quero um cachorro, Raças De Cachorros

Cachorros para apartamento

Os melhores cachorros para apartamento tendem a ter um nível de energia baixo e um temperamento calmo. Sendo assim, nem todos os cães de pequeno porte se tornam bons cachorros para apartamento. Ao mesmo tempo, algumas raças de porte grande se destacam e vivem tranquilamente em espaços pequenos.

cachorros para apartamento puggle

Quais são as características ideais em cachorros para apartamento?

A vida em apartamento difere muito da encontrada em uma casa. Dentro de um prédio, diversas pessoas compartilham elevadores, garagens e, em vários casos, paredes. Dessa forma, o bem estar dos vizinhos também precisa ser levado em consideração na hora de trazer um cachorro para viver com você em um apartamento.

O ideal é que os cachorros que irão viver em prédio sejam mais quietos e tolerem ficar sozinhos sem terem as distrações proporcionadas por uma casa. Cachorros que latem muito ou têm ansiedade da separação podem apresentar problemas para esses donos. Diversos condomínios têm regras e um cachorro que late ou é destrutivo quando fica sozinho pode incomodar os vizinhos ou quebrar as regras do condomínio.

Além de tolerarem ficar sozinhos, bons cachorros para apartamento precisam ser bem socializados, isto é, lidar bem com desconhecidos e outros animais. Embora seja por um período curto de tempo, os encontros na entrada do prédio e em outros espaços comuns são frequentes.

O cachorro lidará com crianças, adultos, idosos e bebês.  Além de se adaptar bem com essas pessoas, é importante que ele não se assuste com carrinhos de criança, sacolas e outras coisas que são comuns das pessoas levarem de um lado para o outro. Para facilitar esses encontros, o cachorro deve ser socializado desde pequeno.

Tão importante quanto lidar com diversos tipos de pessoas é saber lidar também com outros cachorros. Se o seu prédio aceita cachorros, é provável que outros inquilinos também tenham cães. O seu cachorro, portanto, precisa lidar pacificamente com a presença de outros cachorros na entrada ou no elevador.

Se você já tem um cachorro e está mudando para um apartamento, considere esse floral para ajudá-lo a lidar com a transição.

Cachorros pequenos para apartamentos 

Quando há pouco espaço, os cães de pequeno porte podem se tornar os melhores cachorros para apartamento. Além de ser menor, o cachorro de pequeno porte consegue fazer as suas necessidades tranquilamente em um tapetinho higiênico ou jornal.  Uma outra opção, mais ecológica, é um tapete que pode ser lavado, como esse.

Boston Terrier

Porém, nem todos os cachorros pequenos são bons para apartamento. Algumas raças de pequeno porte são mais barulhentas, ativas e espaçosas do que alguns cães de porte grande.  Outra característica que deve ser levada em consideração é a habilidade do cachorro de ficar sozinho. Considerando que o cachorro, às vezes, ficará sem você, é importante que ele saiba ficar sozinho sem latir ou se tornar destrutivo.  Confira essas 11 raças que não toleram ficar sozinhas em casa.

Das raças pequenas, as mais indicadas para apartamentos são:

  1. Boston Terrier. O Boston Terrier é um cachorro alegre e, apesar de ser energético, gasta a sua energia fácil.  Além disso, ele pode ser treinado para ficar sozinho.
  2. Buldogue Francês. O Buldogue Francês tem uma personalidade ativa e alegre e, ainda que também tenha bastante energia, ele se cansa rápido e tolera ficar sozinho.
  3. Pequeno Lebrel Italiano. O Pequeno Lebrel Italiano é tímido e ama carinho. Ele é de pequeno porte e, na maioria dos casos, fica bem sozinho.
  4. Lhasa Apso. Esse cachorro é quieto, calmo e carinhoso com o dono. Apesar de não ser necessariamente carinhoso com estranhos, o Lhasa Apso as aceita bem e vive tranquilamente em espaço pequenos.
  5. Maltês. O Maltês pode latir bastante, mas quando bem treinado, vive em apartamento e é uma raça apaixonada pelos donos.
  6. Poodle Toy. Esse cachorro é inteligente, gosta de pessoas e não solta muito pelo.  Ele é bastante apegado nos donos e pode se acostumar a latir quando fica sozinho. Por isso, é importante treiná-lo desde filhote.
  7. Pug. Bem humorado, o Pug se dá bem com pessoas e outros cachorros. Ele se cansa rapidamente e vive bem em apartamentos.
  8. Shih Tzu. De pequeno porte, os Shih Tzus se dão bem em espaços pequenos mas podem se tornar agressivos com outras pessoas quando não são socializados.  Eles precisam ser adestrados e socializados desde filhotes.
  9. Daschund. Também conhecido como “salsichinha” o Daschund vive bem em espaços pequenos e ama os donos. Mas precisam ser treinados para não latir e também socializados para não se tornarem agressivos.
  10. Coton de Tulear. Essa raça é de pequeno porte, amigável e se dá bem com pessoas.
  11. Yorkshire.  O Yorkshire é pequeno, brincalhão e adora ficar com o dono.  Para viver bem em apartamento, ele precisa ser treinado a não latir quando sozinho, desde filhote.

Cachorros que vivem em casa podem se tornar bons cachorros para apartamento?

Alguns cachorros que não são indicados para viver em apartamento ou que antes viviam em casa podem aprender a serem cachorros para apartamento.

Um cachorro que tem bastante energia, por exemplo, precisará se exercitar em outros lugares para que ele fique calmo quando estiver em casa. Se ele gastar toda a sua energia fora de casa, ficará mais calmo quando estiver no apartamento.  Nessas caminhadas diárias, você pode ensinar o seu cachorro maior a fazer as suas necessidades fora de casa.

Se você tem um cachorro com muita energia ou um cachorro que não tolera ficar sozinho, vale considerar algumas alternativas para que o seu cachorro viva bem em apartamento. Diversos donos optam por colocar o cachorro na creche, dado que lá ele interagirá com outros animais, irá brincar e também não ficará sozinho.  Brinquedos inteligentes, como esse quebra-cabeça e esse alimentador inteligente, podem ajudar o seu cachorro a se distrair e cansar mentalmente.  Com isso, ele fica mais cansado e consequentemente, mais tranquilo, quando estiver em casa.

Cachorros que latem pouco para apartamentos

Dos diversos problemas relacionados a cachorros em apartamentos, um dos mais sérios e comuns se refere a cães que latem excessivamente. Enquanto alguns cachorros têm mais propensão a latir, outros sofrem com ansiedade da separação e latem quando estão longe dos donos.

Alguns cachorros, embora não sejam de pequeno porte, vivem bem em apartamento e não latem.  Esse é o caso, por exemplo, do Buldogue Inglês e do Basenji.

cachorros para apartamento

PUG

O Pug é um cão de pequeno porte, que se dá bem com crianças e vive bem em espaço pequenos.  Ele tem pouca energia e dorme aproximadamente 14 horas por dia. Ele normalmente não late, mas gosta de avisar os donos quando há algo de diferente ou tem alguém na porta. Os Pugs soltam bastante pêlo e precisam de cuidados extra para prevenir doenças de pele.  Cães desta raça vivem melhor em apartamentos frescos ou com ar condicionado.

PEQUENO LEBREL ITALIANO

Os Pequeno Lebrel Italianos pesam aproximadamente 5 kilos e são os menores exemplares de galgos (greyhounds) e gostam muito de correr, atingindo velocidades de até 75 km/hora.  Por serem magrinhos, quebram os ossos facilmente e, portanto, alguns especialistas não recomendam que ele conviva com outros cães que gostam de brincadeiras brutas.

Eles são extremamente apegados aos donos e tímidos com pessoas desconhecidas.  São elegantes, amam carinho e adoram ser mimados.  Amam caminhadas diárias e precisam delas para gastar energia. Eles não gostam muito de latir e, na maioria dos casos, nem latem quando tem alguém batendo na porta.  Além de não latir, não exalam cheiro e soltam pouco pelo.  Essas características os fazem animais ideais para apartamento.

BASENJI

O Basenji é um cão que não late, mas uiva e produz uma vocalização diferenciada.  Quando cresce, fica com aproximadamente 10 kilos. Esse cachorro não é recomendado para donos que nunca tiveram cães antes ou que têm pouco tempo a dedicar ao cachorro.  É uma raça alerta, energética e bastante reservada com desconhecidos. Os Basenjis são inteligentes, porém muito difíceis de treinar.  O dono precisa ser paciente e treinar o mesmo comando diversas vezes com essa raça. Os Basenjis são bastante sensíveis e não respondem bem a gritos e castigos.  Eles  e podem se tornarem destrutivos quando entediados.  São teimosos e precisam da atenção constante dodono.

BULDOGUE INGLÊS

Os Buldogues são animais dóceis e carinhosos.  Eles são pacientes, amam a sua família e se dão muito bem com crianças.  Apesar de serem pesados, adoram colo, brincadeiras, carinho e mimos. O Buldogue não precisa de muito exercício e não pode ficar muito em ambientes quentes.  Por esses motivos, são bons cachorros para apartamentos.  Eles ganham peso facilmente e precisam de cuidados extras no calor.  Similarmente, precisam de cuidados extras com a sua pele e com os olhos.

PUGGLE

O Puggle é uma mistura de um Beagle com um Pug.  Os primeiros exemplares da raça surgiram nos anos 1980s e, apesar de não ser considerada uma raça oficial, o Puggle está cada vez mais popular. Um dos maiores problemas dos Puggles é que eles herdam os problemas de saúde dos pais, dentre eles os problemas respiratórios dos Pugs. Porém, a junção das duas raças produziu o animal que é tão relaxado quanto ao Pug e tão brincalhão quanto ao Beagle. O Puggle é dócil e facilmente treinado.  Por ter o instinto de uivar, é preciso socializá-lo e treiná-lo desde pequeno para eliminar esse comportamento.  Eles se dão bem com crianças e com outros cachorros e por isso são bons cachorros para apartamento.

Foto principal: What’d You Say? por Elliott Plack / CC BY-SA 2.0 || Coraline por Anneheathen / CC BY 2.0  || Foto: Sav124 | JJ Sawrey | Tim Wilson | Christina | Wikimedia Commons

4 comentários para Cachorros para apartamento

  1. eike disse:

    quero adotar um puggle

    auguem esta adotando

  2. Angela disse:

    Oi…
    GOSTARIA MT DE TER UM PUGLE. SO NAO SEI SE TENHO CONDIÇÃO DE PAGAR POR. NAO SEI O PREÇO. TERIA QUE SER FÊMEA POIS JÁ TENHO UMA CADELINHA DE 2 ANOS, QUE É A PRINCESA DA CASA. SOMOS EU E ELA. GOSTARIA DE TER OUTRA TB PORTE PEQUENO, PRA SER IRMAZINHA DELA. TEM QUE SER UMA RAÇA DÓCIL, PRA ELA NÃO TER MT CIUME. AMO CÃES E ESTAVA DANDO PREFERENCIA PARA ADOÇÃO, MAS É DIFICIL ENCONTRAR NA MINHA CIDADE, PEQUENO PORTE PARA ADOÇÃO. MORO EM JUIZ DE FORA E O CACHORRINHO QUE VIER PRA MIM, SERÁ TB OUTRA PRINCESA! Seja de raça ou , mestiça, ou vira lata. So tem que se pequena, ate no maximo 4 k, 4 e meio, pois a minha tem 3.
    Agradecida…
    Espero resposta.
    Ângela

  3. Maria Jandira disse:

    Gostei muito do seu site. Escrevi um artigo sobre esse mesmo tema e como considerei seu artigo muito esclarecedor, coloquei um link para seu site.

  4. Fernanda Maitê Leon Drula disse:

    Por favor eu e minha filha, moramos em Curitiba, adoramos animais e sempre vamos a feiras de adoção e ficamos encantadas com todos os cachorros, mas moro em um condomínio de apartamentos aonde há regras rígidas quanto a presença de animais, não sendo tolerado barulho e sei de vizinhos que estão com o coração na mão, pois seus bichinhos latem, choram e estão correndo o risco de terem que ficar sem seus cachorros e como eu trabalho fora e minha filha estuda, fico preocupada em adotar um peludo que tenha perfil mais agitado e alerta a ponto de não se adaptar ao apartamento, então me indicaram que o Shitzu é uma das raças mais apropriadas para essas condições, mas infelizmente não tenho condições de adquiri-lo e isso tem entristecido muito minha filha de 11 anos, por isso venho apelar para que alguém que saiba de um cachorro com esse perfil para adoção, possa por favor me avisar, para que possamos realizar esse sonho de dar um lar e compartilhar dessa convivência tão especial. Grata, Fernanda Maitê Leon Drula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *