MENU

Anterior

Marcação de território em cachorros

Próxima

Próxima

Cachorro pode comer chocolate?

Próxima

01/06/2012 Comentários (0) Visualizações: 2660 Cachorros, Cuidados Básicos

Castração de cachorros

olhandoptraz.jpeg

O que é a castração de um cachorro?

A castração de um cão ou cadela ocorre quando há a retirada de parte de seu aparelho reprodutor. Em condições normais, são realizados procedimentos cirúrgicos através dos quais, no caso das fêmeas, são retirados os ovários, enquanto para os machos há a retirada dos testículos. Dessa forma, a cadela não entra no cio e os machos não produzem mais espermatozóides, não podendo, portanto, induzir a gravidez. Vamos tirar algumas dúvidas comuns associadas a castração.

Os cachorros ficam mais calmos ao serem castrados?

É amplamente aceito pelos veterinários que os cachorros, tanto machos quanto as fêmeas, ficam mais calmos ao serem castrados. Essa característica se sobressai ainda mais no caso de machos que não tendem a impor uma posição de dominância. Por serem menos dominantes, eles tendem a ter menos necessidade de apresentar um comportamento conhecido como marcação de território canina, ato em que o cão urina, em pequena quantidade, em móveis e pés de mesa. Entretanto, donos de cachorros super dominantes que esperam resolver todos os problemas de comportamento com a castração podem acabar se decepcionando. Isso ocorre pois a castração reduz o nível de testosterona, mas não o elimina completamente do sistema dos machos. Dessa forma, independentemente da castração de seu animal, é importante treinar seu cão para que ele tenha bom comportamento. Ainda assim, estudos apontam que, uma vez castrado, o cachorro tende a ser mais afetivo e gentil, se envolvendo em menos brigas e, se castrados antes da maturidade sexual, tem menos probabilidade de exercer posições de dominância para com membros da família. As fêmeas também tendem a ser mais calmas e animais de estimação mais tranqüilos. Todas as vezes em que entram no cio, o qual ocorre em média de seis em seis meses, elas enfrentam alterações hormonais, que muitas vezes as tornam mais imprevisíveis e, às vezes, mais agressivas. Além disso, muitos donos, com o fim de evitar uma gravidez indesejada, deixam suas cadelas sozinhas em casa, o que, dependendo da atenção despendida ao animal, pode gerar certa tendência a depressão.

Os cachorros ficam mais saudáveis ao serem castrados?

Cachorros castrados tendem a ter menos problemas de saúde. No caso das fêmeas, uma vez retirado o útero e os ovários, elas não desenvolvem cistos nos ovários, infecções uterinas e quaisquer tipos de câncer nesses órgãos. Estudos apontam que fêmeas castradas antes de atingirem a maturidade sexual têm muito menos probabilidades de desenvolver câncer canino de mama. Nos machos, de forma similar, uma vez retirados os testículos elimina-se a probabilidade de haver quaisquer problemas neles e, além disso, reduz bastante a chance de males na próstata.

Meu cachorro vai ficar mais gordo e preguiçoso?

Após a castração, é fato que ocorrem alterações hormonais que criam certa tendência ao aumento de peso e a obesidade nos cães. Entretanto, isso não significa que ele necessariamente ficará mais gordo. De maneira similar aos humanos, os cachorros engordam se comem muito e se exercitam pouco. A mudança de peso pode ser incentivada pela alteração hormonal, mas com certeza se agravará caso haja um desequilíbrio alimentar. Esse desequilíbrio é resultado da ingestão de mais alimento e, consequentemente mais energia, do que a porção que o animal gasta diariamente. Esse excesso de energia vai para uma reserva, transformando-se em gordura no corpo do animal. Portanto, dado que há uma alteração no metabolismo do animal, é importante saber que ele não necessita de tanta comida quanto animais não castrados. Assim, uma vez castrado, dependendo do caso, pode ser interessante reduzir a quantidade de alimento que o cachorro ingere diariamente. Ainda que haja uma alteração no metabolismo dos cachorros, de forma que eles consomem menos energia, a quantidade de exercícios que eles fazem também dependem de nós. Há vários exemplos de cachorros que caçam, fazem serviços aos humanos e participam de campeonatos. Não há nenhuma prova de que os cachorros fiquem mais preguiçosos.

Problemas associados à cirurgia

Geralmente a recuperação da cirurgia se dá de forma rápida, aproximadamente 1 semana, e pouco perceptível para a maioria dos cães. No entanto, toda a cirurgia tem riscos e, em alguns casos, podem surgir situações adversas. Alguns cachorros podem reagir mal a anestesia ou enfrentar dificuldades na recuperação, fatores que se agravam conforme o aumento da idade que o cachorro faz a operação. Ainda que mais raro, é possível que alguns animais desenvolvam incontinência urinária, doenças na tiróide, aumenta o risco de alguns tipos de câncer, obesidade e má aceitação à algumas vacinas caninas.

A importância da castração

A superpopulação de cachorros é um problema bastante presente e fazer com que seu cachorro procrie não deixa de estar contribuindo ao problema. A castração de cachorros tem o potencial de mitigar esse problema, já que ela evita que os animais se procriem. Atualmente, existem milhares de cachorros em centros de adoção. São adultos e filhotes, de raça ou vira-lata, que esperam por um lar, para dar e receber amor e carinho. Portanto, o linkanimal enxerga a importância da castração de cachorros e apóia a adoção de cachorros.

Onde posso fazer a cirurgia?

A cirurgia pode ser feita em quaisquer clínicas veterinárias ou em centros de proteção aos direito dos animais, os quais hoje brigam, inclusive, contra a superpopulação de animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>