MENU

Anterior

Histórias do Linkanimal: Joaquim

Próxima

Próxima

Dona brinca com filhote de Husky

Próxima

08/10/2012 Comentários (12) Visualizações: 8250 Cachorros, Cuidados Básicos

Principais doenças de cachorros

springer-spaniel-800.jpg

Principais doenças em cães

Como todos os animais, os cães estão suscetíveis a uma vasta lista de doenças, que podem prejudicar muito a vida do animal e do seu dono. É importante conhecermos quais são essas principais doenças em cachorros para podermos identificar quando o animal esta doente e sabermos, também, quando é necessário levar nosso animal ao médico veterinário para um tratamento adequado. Claro que não é possível entrarmos em detalhes sobre todas as doenças, mas de forma breve vamos esclarecer algumas duvidas iniciais e tentar demonstrar a importância de conhecermos  as doenças de cachorro e sintomas associados que podem afetar o seu amigo de quatro patas. Dentre as doenças caninas, citaremos primeiro as que são prevenidas pela vacinação e falaremos um pouco sobre cada uma delas. São elas:

  • Cinomose em cães
  • Parvovirose canina
  • Hepatite infecciosa canina
  • Leptospirose canina
  • Raiva canina

Cinomose em cães É uma das doenças em cães que mais causa morte. Causada pelo VCC (vírus da cinomose canina), é altamente contagiosa, podendo ser transmitida por contato com secreções do nariz e da boca (forma direta) ou pelo ar (de forma indireta); tem como sintomas principais em seu estagio inicial:

  • febre,
  • indisposição,
  • perda do apetite,
  • aumento de secreção nasal e ocular,
  • dificuldade respiratória,
  • espirros,
  • diarréia
  • vômitos.

No seu quadro mais grave aparecem também sintomas neurológicos, tais como, tremores e falta de coordenação motora. Por ser uma doença tão agressiva e contagiosa, o tratamento da cinomose canina é de difícil realização e por isso a vacinação é muito importante.

Parvovirose

Uma das doenças em cachorros mais conhecidas, a parvovirose é causada pelo parvovírus e acomete principalmente filhotes, tem uma taxa de mortalidade alta e pode ser transmitida por contato com urina ou fezes de outros animais contaminados. Seus principais sintomas são:

  • Diarréia
  • Apatia
  • Desidratação
  • Perda do Apetite.

Uma das principais dicas para evitar essa doença em seu cachorro é evitar sair com seu animal antes que ele esteja devidamente vacinado.

Hepatite infecciosa canina

Essa doença de cachorro acomete principalmente filhotes de 4 a 10 semanas de vida. Inicialmente ela causa uma febre branda, podendo passar em até 4 dias. Contudo em seu quadro mais grave ela pode causar morte do filhote. Portanto preste muita atenção a hepatite canina. Sintomas são comuns de aparecer, sendo que o animal pode apresentar:

  • aumento dos linfonodos,
  • sangramento da boca,
  • fezes e urina com sangue.

É uma doença de cachorro muito agressiva, podendo causar óbito um dia após o aparecimento dos sintomas. Por isso é importante levar o animal ao veterinário ao inicio de qualquer suspeita.

Leptospirose canina

Doença de cachorros muito conhecida no Brasil, pode ser transmitida pelo contato com a urina de roedores, por isso acaba sendo muito comum em locais que sofrem com o acontecimento de enchentes. Os principais sintomas são:

  • perda de apetite,
  • aparecimento de lesões na boca do animal,
  • urina com sangue,
  • vômitos e
  • diarréia.

É muito importante prestar atenção aos sintomas de leptospirose em cães e realizar o diagnóstico desta doença, pois existe o risco de contágio inclusive para o dono do animal, sendo portanto uma das doenças transmitidas pelo cachorro, ou seja, uma zoonoses. O melhor método de prevenção esta em vacinas para leptospirose canina, por isso é muito importante vacinar o animal todo ano, já que leptospirose pode causar morte tanto do animal quanto do proprietário, se infectado.

Raiva canina

Uma das doenças mais conhecidas no mundo todo, causada por um vírus (rabies vírus) é uma das doenças mais antigas do mundo, conhecida também pelos mais antigos como hidrofobia, pois ao causar falta de coordenação motora, o animal não consegue beber água. Além disso, causa também uma rigidez muscular impossibilitando a deglutição; sialorréia (aumento da produção de saliva) e outros sintomas neurológicos. Em poucos caso experimentais foi alcançado à cura desta doença e a vacinação é obrigatória em todos os mamíferos domésticos. De forma básica essas são as principais doenças que são protegidas pela vacina, existe uma grande variedade de doenças de cachorros e nos próximos artigos vamos citar algumas outras e ilustrar a importância de cada uma delas. Lembrem sempre que ao aparecimento de qualquer doença é sempre importante consultar um bom veterinário.

12 comentários para Principais doenças de cachorros

  1. euza disse:

    meu calhorro esta com uma diarreia terrivel e vomitanto e nao quer comer

    • euza disse:

      por favor me ajuda

      • milson santos disse:

        Euza, o melhor a fazer é procurar uma boa clínica para que se faça três exames: hemograma , fezes e urina, para que seu animal não seja prejudicado ao tomar algum medicamento errado, até porque várias doenças têm sintomas parecidos. Um abraço. (30/10/2014).

    • milson santos disse:

      Olha Euza , eu não sou veterinário mas devido ter passado uma boa temporada fazendo uns bicos em uma das melhores clínicas veterinária da cidade de Natal capital do estado do Rio Grande do Norte, foi que eu fiquei mais esperto no conhecimento destas .

      • milson santos disse:

        Euza, o melhor a fazer é procurar uma boa clínica para que se faça três exames: hemograma , fezes e urina, para que seu animal não seja prejudicado ao tomar algum medicamento errado, até porque várias doenças têm sintomas parecidos. Um abraço. (30/10/2014).

  2. Carmen disse:

    Olá
    Meu shihtzu está com nodulos q parecem ínguas na região do pênis e mais na boca deste aparecem uma inflamação parecendo de picada de inseto, q quando ele se lambe, fica até um furinho no centro. Ja fui a tres veterinarios e não souberam informar o q é. Tomou antibiotico usou pomada crema 6 e clobetasol e não melhorou, gostaria q me ajudassem.

    • milson santos disse:

      Olha Euza , eu não sou veterinário mas devido ter passado uma boa temporada fazendo uns bicos em uma das melhores clínicas veterinária da cidade de Natal capital do estado do Rio Grande do Norte, foi que eu fiquei mais esperto no conhecimento destas .

    • milson santos disse:

      Carmen. Procure em qualquer farmácia homeopática a pomada da própolis da abelha . passe três ao dia na região do pênis do animal.Não se preocupe se ele lamber o local da pomada, pois ela irá beneficiar ao tratamento também da boca.A pomada não causará dano algum se for ingerida. Para reforçar mais ainda o tratamento, adquira a própolis em líquido e dê para ele meio ml em meio copo de leite uma vez ao dia durante no máximo três meses. A pomada três vezes ao dia na região do pênis e o líquido uma vez ao dia para ser ingerido com leite durante no máximo três vezes. Porém se o resultado vier antes dos três meses, você poderá suspender o tratamento. Um abraço./31/10/2014/.

  3. Maria Rita disse:

    Gostaria de saber sobre as unhas dos cães. A minha cachorrinha de estimação é gorda, come muito, gosta de leite mas, está com as unhas enormes. Será que é lechimaniose? estou muito preocupada e nem tenho coragem de ir ao veterinário com medo do diagnóstico
    Por favor me ajudem.

  4. Joao Gonçalves disse:

    Meu cachorro perdeu os movimentos das patas. É um Gloden Retriever. Como é uma longa história resolvemos descrever tudo em um blog. Lá consta exames, medicamentos aplicados e histórico da doença. A esperança é que algum veterinário leia e possa nos ajudar. O endereço é http://www.dosimba.blogspot.com.br

  5. claudineia ferreira de souza disse:

    quero saber o meu cachorro esta sangrando o nariz gostaria de saber o que fazer e se e contagioso

  6. Antonio dos Santos Alves Filho disse:

    Tenho uma cachorra e raça perdigueiro sem identificação, ela deu cria a onze filhotes que estão com 3 semanas; um deles apresentou pequeno tumor no pescoço e está evoluindo bastante , ela geme muito, parece quie sente dor. Moramos no interior, de difício contato com veterinário, qual a orientação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>