MENU

Anterior

Como fazer cães e gatos serem amigos e por...

Próxima

Próxima

Não jogue fora o cocô do seu cachorro… ele...

Próxima

28/04/2015 Comentários (2) Visualizações: 14355 Bio Florais, Cachorros, Curiosidades, Projetos Especiais

O jeito que você trata o seu cachorro é normal?

Para você que chama o seu cachorro de filho, que compra roupinhas e faz questão de apresentar coisas novas e interessantes; para você que acha legal dar um presentinho para o seu cão no Dia das Crianças e espera um afeto especial no Dia das Mães: você, mãe de cachorro, não é louca.  Aliás, é bem mais normal do que pensa!

Mulher beija cachorro na boca

Para o seu cachorro, você é uma MÃE

Não é somente nós que enxergamos os nossos cães como filhos e ficamos preocupados com o seu bem estar e felicidade.  Eles também nos enxergam como suas mães e fazem questão de se comportarem de forma diferente quando estão ao nosso redor.

Aliás, em um estudo em que cães brincavam com um brinquedo interativo para ganhar um petisco, os cachorros se animavam mais e brincavam com mais êxito quando os seus donos estavam presentes.  Da mesma forma que uma criança quer agradar o seus pais, o seu cachorro fica mais feliz e adora fazer as coisas quando você está por perto.

Então fique orgulhosa e aproveite esses momentos deliciosos com o seu cão.  Aliás, é por esses e outros momentos que até nos sentimos mais tranquila de comprar brinquedos especiais para os peludos e usar roupas que declaram ainda mais nosso amor por eles, tipo essas aqui.

Vários donos acreditam que, além dos cães, todos os animais os enxergam como pais, mas isso não é verdade.  Por exemplo, embora gatos amem seus donos e os tratam diferente do que outras pessoas e animais, eles enxergam seus donos como gatos gigantes ao invés de como pais.

Mães com filhos “humanos” também enxergam os seus cães como filhos. 

Esqueça aquela teoria de que são somente mães sem filhos que enxergam os seus cachorros como filhos.  A maioria de nós, mesmo quem tem uma criança em casa, sempre enxergará seus cães como filhos.

Em um estudo pequeno publicado no jornal PLoS ONE, 14 mulheres responderam vários questionários que avaliaram o seus nível de apego e estresse relacionado aos seus filhos. Além desse questionário, fotos foram tiradas de seus filhos e cachorros.  Em seguida, os cérebros das mulheres foram analisados usando um máquina de ressonância magnética, de forma que os pesquisadores pudessem olhar especificamente às áreas do cérebro associadas a recompensa, emoção e processamento facial quando as mulheres olhavam para fotos de crianças, de seus filhos, de cachorros e de seus cachorros.

Os resultados da pesquisa mostraram que o cérebro das mulheres ativou de forma similar quando elas olhavam para fotos de seus filhos e de seus cães.  Mais ainda, quando as mulheres olhavam para as fotos de seus cães, um número maior de áreas relacionadas a recompensas eram ativadas do que quando elas olhavam para os seus filhos.  Isso revela que quando o assunto é cachorros, várias mães enxergam pouca diferença entre seus cães e seus filhos.  Até a ciência mostra o quanto os nossos filhos peludos alegram nossas vidas e nos trazem felicidade e bem estar.

Inclusive, não é à toa que cada vez mais encontramos mais serviços e produtos especializados para nossos pets, tanto na área de saúde como planos para pet, como até almofadas com foto personalizada da raça e cases para celular.

Pais aplicam a mesma disciplina em seus filhos e cães

Uma pesquisa online conduzida com mil pessoas pela Kelton Research, revela a mudança em como enxergamos os cachorros, que estão cada vez mais tomando o papel de membros da família.  No estudo, 60% das pessoas responderam que seus cães hoje são mais importantes nas suas vidas do que os cães que eles já tiveram no passado e 66% acreditam que tratam os seus cães de forma melhor e mais carinhosamente do que seus pais e mães anteriormente.

Mais interessante, 81% dos participantes consideram seus cães um membro da família com o mesmo status que seus filhos.  Ainda mais, 54% consideram ser pais dos seus pais ou invés de seus donos.  Até na hora de disciplinar os membros da família, pais disciplinam seus filhos e cães da mesma forma.  Aliás, 54% dos participantes aplicam a mesma forma de disciplina nos seus filhos e cães.

Se apaixone mais ainda pelo seu cachorro

Nesse vídeo abaixo, vemos mais ainda esse papel lindo que os cães têm nas nossas vidas.  Depois de assisti-lo, não tem como não se apaixonar ainda mais por eles e se sentir a mulher mais sortuda por ter um peludo assim na sua vida.  Aproveite todos os minutos que você tem com o seu cachorro e se divirta com as coisas “malucas” que ele faz você fazer, desde comprar roupas decorativas até faltar no trabalho só por que estava doentinho.

Como você enxerga o seu cachorro? Comente abaixo.

2 comentários para O jeito que você trata o seu cachorro é normal?

  1. nelia pita disse:

    eu acabei de perder a minha cadelinha no dia 16 ela estava muito doente e já nao podiamos fazer nada pois tinha problemas de coraçao e coluna depois veio o problema do rim e ela só olhava para min muito triste eu tratava como uma filha e tive infelizmente que lhe dar a eutanasia foi aqui em casa mas ela qunado vio o medico vir ficou assustadinha e eu fui lhe fazendo festinhas na cabeça a dizer que ela ia fazer uma naninha grande para passar as dores e que so ia levar uma pica e alim ficou com os seus olhinhos tristes a olhar para mim , ando desesperada por favor eu agradecia muito uma resposta pois a falta e tanta a dor é maior cada dia que passa pois a 12 anos atraz tirei-a de um caixote de lixo bebe e dai ate hoje eu dediquei-me a ela 100 por cento viviamos as 2 sozinhas e onde ela nao entrava eu tambem não entrava o que gostava muito de saber é se ela chegou a perceber que e ia dexa-la para sempre . e se os caes tambem sao como as pessoas que passam para o outro lado mas continuam nos vendo a sofrer por eles e se descansam em paz . peço desculpa mas ando me sintido tao triste ao ver aqueles olhinhos abertos sem se mexer sinto-me tao culpada mas se nao fizesse ia ser uma masacre pois tudo o que ela comia vomitava e esteve 4 dias assim fiz o possivel e o impossivel mas nao a consegui salvar . muito obrigada e se puderem por favor digam-me se estando sofrendo ela onde esta tambem sofre ao ver o meu sofrimeto . muito obrigado e desculpem

  2. Danielle disse:

    Nelia passei por essa tristeza um pouco antes de você,minha cachorrinha Nala também passou por eutanásia no dia 15/06/2015, um sofrimento só, descobrimos um tumor no fígado e não tinha mais o que fazer. Eu acredito sim que assim como nós os cães tem alma e ficam em um lindo jardim nos esperando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *