MENU

Anterior

Os cães invisíveis das ruas do Chile

Próxima

Próxima

Gato revê dono depois de 6 meses

Próxima

22/08/2013 Comentários (8) Visualizações: 8470 Cachorros, Curiosidades, Vale A Pena Ver

Você salvaria seu pet ou um desconhecido?

dog_laying_down.jpg

Um estudo realizado por duas universidades americanas buscou entender como pensavam donos de pets quando precisavam escolher entre salvar a vida de seus animais ou de desconhecidos.

A pesquisa levava em conta entender como essas pessoas enxergavam alguém biologicamente da família, como um primo ou irmão, e alguém psicologicamente da família, como um cachorro.

Para tal, a seguinte pergunta foi feita para todos os participantes: um ônibus está vindo na sua direção e não mostra nenhum sinal de que vai parar.  O seu cachorro e um turista estrangeiro estão no caminho.  Você só pode salvar um.  Quem você salvaria? A pergunta depois foi modificada: ao invés do seu cachorro, o cachorro do vizinho; e, ao invés de um turista estrangeiro, um desconhecido da sua cidade natal, um primo de terceiro grau, um melhor amigo, um avô ou um irmão.

Homens e mulheres avaliam o posicionamento do pet na família de formas diferentes

No primeiro cenário, 40% das pessoas optaram por salvar a vida dos seus cachorros, deixando o turista morrer.  Para as mulheres, o número ainda é mais alto, com 45% das mulheres escolhendo a vida do seu cão.  A pesquisa mostra que o cachorro é considerado um membro psicológico da família, especialmente para as mulheres.

Sendo assim, a conclusão foi que entre salvar um membro psicológico da família ou um desconhecido, os participantes optam por salvar alguém da família, mesmo que o integrante seja apenas no psicológico. Mas quando a escolha é entre um membro biológico e um membro psicológico da família, a escolha fica muito mais difícil. Entre o cachorro de uma outra pessoa e um turista estrangeiro, a maioria das pessoas escolheram o turista, mostrando que realmente o critério de avaliação é o “parentesco.”  Para muitos, os animais são família e por isso, não seriam abandonados em um momento tão crítico.

Veja mais: os cães agem diferente com mulheres e homens?

Os animais conquistaram um espaço de “ser humano” na casa de seus donos

Um questionário conduzido pela Associated Press nos Estados Unidos confirmou essa hipótese, revelando que metade dos donos consideram os seus animais de estimação membros totais da família (como se fosse biológico) e outros 36% consideram os animais membros parciais da família (é da família mas não é igual aos humanos).

Para mulheres, a consideração pelo animal de estimação é ainda maior, com 66% das mulheres solteiras e 46% das mulheres casadas considerando o seu pet um membro da família. Dados como esses mostram o posicionamento que os animais conquistaram nas vidas dos donos.  Hoje, são considerados membros da família e, em diversos casos, tem os mesmos direitos e luxos do que os outros integrantes.

Quando questionados, a maioria dos donos admitem que já deixaram o seu animal de estimação dormir na sua cama, já alimentaram comida humana para os seus animais e já compraram roupas para os seus pets. Diversos donos também já viajaram com os seus animais de estimação, tanto com os seus cachorros quanto com os seus gatos.

8 comentários para Você salvaria seu pet ou um desconhecido?

  1. […] membros da família, os cães comumente acompanham os seus donos durante as férias e em outras viagens recreacionais. […]

  2. Maria Helena disse:

    O elo emocional falaria mais alto e eu salvaria o meu pet sem dúvida alguma.

  3. Janaina disse:

    Me chamem de louca, mas nos 2 casos eu salvaria o cachorro. Nem pensaria 2 vezes…

  4. Você salvaria seu pet ou um desconhecido? | Blog do ssPet disse:

    […] Fonte: LinkAnimal […]

  5. Natasha disse:

    Meu cachorro ou um desconhecido: meu cachorro
    Meu cachorro ou um conhecido: meu cachorro
    Um cachorro desconhecido ou um desconhecido: o cachorro
    Um cachorro desconhecido ou um conhecido (colega/vizinho): o cachorro
    Meu cachorro ou um cachorro desconhecido: meu cachorro

    Por que eu teria de gostar mais de um animal da minha espécie do que um animal de outra espécie?

    Amo animais, amo meu cachorro e o trato como cachorro, como ele merece por sua natureza maravilhosa, não tento humanizar ele como se ele fosse melhor sendo um humano.

  6. Luis disse:

    Vocês estão malucos, não? Deixariam uma pessoas, FILHO, FILHA, MARIDO OU ESPOSA morrer, por seus animais? Já pararam para pensar :
    Qual é o animal que produz a COMIDA QUE VOCÊ COME? (você é vegan, come verduras plantadas e colhidas por qual animal?
    Qual é o animal que dirige o transporte coletivo que você usa, ou que abastece seu carro?
    Qual é o animal que o atenderá, se ficar doente?
    Qual é o animal que educa os seus filhos?
    Qual é o animal que produz as suas roupas, trabalha para vc ter eletricidade, água, esgoto, gás…. ou você mora numa cabana no mato?
    Na história, já tivemos vários exemplos de poderosos com idéias nessa linha….Calígula, o que nomeou seu cavalo como senador; Um general ex-presidente brasileiro, que preferia cheiro de cavalo a cheiro de povo; e um ditador alemão, que achava que a vida de um povo inteiro não valia a vida de seu cachorro.

    • RAYARA disse:

      q bobagem digo a vc respondendo suas perguntas ñ eles (as) ñ irião fazer pq ñ podem ñ nos dão essas coisas tds,MAS NOS DÃO AMOR E CARINHO COISA E A MAIORIA DA POPULAÇÃO Ñ NOS DARIA ENTÃO PENSE MELHOR ANTES DE DIZER AS COISAS.

  7. Você salvaria seu pet ou um desconhecido? – ssPet disse:

    […] Fonte: LinkAnimal […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *