MENU

Anterior

7 razões para sermos mais como os gatos

Próxima

Próxima

Conheça a gatinha mais mal humorada da internet

Próxima

15/10/2013 Comentários (32) Visualizações: 64678 Cuidados Básicos, Dicas De Produtos, Gatos

Por que a coleira de gato deve ter sino?

coleira-com-sino.jpg

Coleiras com sinos oferecem benefícios aos donos e ao meio ambiente e devem ser usadas por todos os gatos, independente de morarem em apartamento ou em casa.  Estudos apontam que os gatos domésticos, por conta de seu apurado instinto de caça, são responsáveis pela reducão populacional de diversas espécies de pássaros e roedores nativos.

Esse comportamento é visto em somente 25% dos gatos, normalmente os que tem acesso à rua e encontram estímulos mentais fora de casa.  Nesses gatos, a caça é abandonada mais de 50% das vezes, mostrando que o comportamento do animal é uma forma de distração.

Porém, com donos responsáveis, a convivência entre gatos e fauna nativa é possível com alguns simples passos.


Vale notar que além do sino, é importante colocar um identificador na coleira do seu gato, caso ele se perca.  Um identificador como esse ajuda o seu gato a voltar para casa, se ele fugir ou sumir.  De acordo com dados fornecidos pela Pinmypet, menos de 10% dos animais perdidos sem identificação voltam para casa.  Portanto, ter esse identificador na coleira do seu gato pode fazer toda a diferença!  Receba 10% de desconto clicando neste link.


1. Coleiras com sinos alertam animais sobre a presença do gato

Estudos revelam que gatos que usam coleiras com sinos matam 50% menos animais.  O sino da coleira age como um alerta para os animais e os permitem, em vários casos, fugir antes de serem atacados.  De acordo com um estudo da Universidade do Otago, apesar de não eliminar o problema, colocar o sino na coleira dos gatos é um primeiro passo para reduzir a quantidade de pássaros e roedores que morrem anualmente.

O sino também permite que donos de gatos saibam aonde os seus animais estão, quando próximos uns dos outros.  Isso é útil principalmente à noite, quando é mais difícil de identificar a localização do gato.  Ao mesmo tempo, por saber aonde o gato está, os donos podem prevenir alguns comportamentos indesejáveis por parte dos gatos, como atacar o pé dos donos por debaixo da cama. Sendo assim, os pequenos sinos também podem ser úteis para ajudar a melhorar essa desvio de comportamento.

Um fato curioso é que gatos que convivem com felinos que possuam coleira com sino evitam brincar com objetos que emitam um som semelhante. Isso porque os animais entendem e identificam o som do sino como característico do seu “amigo”.

2. Coleiras coloridas são facilmente vistas por pássaros e outros animais

Depois de um tempo usando a coleira, os gatos aprendem como ela funciona e começam a travar a sua cabeça para evitar fazer barulho.  Mas, para contornar isso, basta colocar uma coleira que, além de ter sininhos, é bastante colorida. Isso ajuda por que pássaros procuram comida e material para os seus ninhos com os olhos e, portanto, tem uma visão bastante apurada.

Coleiras como essas são bonitinhas e por conta da sua cor e seu sino, ajudam a alertar outros animais sobre a presença do gato.

3. Incentive o seu gato a se divertir com brinquedos

Gatos, naturalmente, caçam por conta da forte presença de seus instintos.  Sem nenhum estímulo mental que exercite esses instintos em casa, o gato procura outros meios de fazê-lo.  Normalmente, ao olhar pela janela, ele vê vários animais e objetos que chamam a sua atenção e, assim, se distraem por horas. Vale notar que somente 25% dos gatos caçam outros animais.  Várias vezes, esses são os gatos que têm fortes instintos de caça e passam o dia sozinhos sem brinquedos, companhia ou outros estímulos mentais. Muitas vezes eles se viram para a caça por não terem outras maneiras de se distrair.

Das diversas iniciativas que os donos podem tomar, oferecer brinquedos ao gato e, se possível, trazer outro gato para casa para promover interação e companhia, são as mais interessantes. Pelos motivos acima, os brinquedos são extremamente importantes, não somente para o desenvolvimento e bem estar do animal, mas também para a manutenção da biodiversidade nativa das regiões onde vivem.  Considere essa dica, pois a responsabilidade de promover o bem estar e a integração entre espécies está, inclusive, nas mãos dos donos.  Um kit de brinquedos como esse pode ajudar a entreter o seu gato.

Foto: Pinterestshow.blogspot.ro

32 comentários para Por que a coleira de gato deve ter sino?

  1. Nei disse:

    Que absurdo esse artigo!!!
    Em primeiro lugar, nunca se deve colocar um acessório num gato, pois ele pode ficar preso quando estiver subindo em algum lugar ou passando num lugar estreito!
    Em segundo lugar, gatos são caçadores naturais e devem continuar caçando ratos, baratas, pássaros livres (por que pássaros em gaiolas são vítimas de seres humanos covardes), etc. Não devemos nos intrometer na cadeia alimentar de alguns animais que tem instinto de caça, a não ser que seja para evitar danos a seres humanos ou extinção de espécies (o que sem dúvida não é o caso dos pássaros que os gatos pegam, como pardais e rolinhas).
    Não devemos proibir os gatos de sua caçada, assim como não devemos cortar as unhas deles que são as ferramentas de defesa contra cães e contra outros gatos!
    Gatos são seres livres que não devem ser reprimidos nunca!
    Pense um pouco olhando pelo lado do gato e imagine como o animal se sentiria sendo reprimido de seus instintos naturais e de sua defesa!

    • Letiane disse:

      NEI, a captura de aves nativas por parte dos gatos é o caso sim. Existe um artigo científico provando que a maior causa da redução de aves e roedores residentes em parques e áreas de preservação próximas a locais habitados por humanos, são a captura por cães e gatos. E olha que não é um número pequeno, é um caso preocupante mesmo. Quanto ao sino, eu não sabia que poderia servir para isso, o meu Clark até nem usa mais pois uma vez fiz umas pesquisas e elas diziam que incomodava o animal. Mesmo sabendo dessa possibilidade do sino não vou colocar no meu gato, pois ele não sai de casa, mas se saísse eu voltaria a usar.

    • Maria Rita disse:

      De alguma maneira nós já afetamos isso, pois com a criação de gatos, a população deles já crescem. Então imagina quantos pássaros tem pra um montão de gato, então é melhor evitar sim. E a população de pássaros diminui mais ainda com fios elétricos, etc.

    • Nirlene disse:

      Ainda bem que pessoas como vc entende bem que não podemos simplesmente tomar como certo qualquer coisa que se lê na net. No texto em momento nenhum é citado que um gato com um sino não consegue se esconder numa necessidade, ele fica completamente a mercê de quem o persegue.
      Meu pai dizia: “É… papel aceita tudo!” Infelizmente internet também, rs

    • Rayana disse:

      Artigo absurdo mesmo! Concordo om você! Imagina pendurar um sino no seu pescoço? Acharia agradável? Além de todos os problemas, incomoda o animal. Que fardo! Não, pelo amor que você diz ter pelo seu animal, TIRE O GUIZO!!!

    • Gabi disse:

      Nós já tiramos os gatos de seu abitat natural fazendo deles domésticos, e aí já vem de cada um o que quer ou não para o animalzinho, se acha mais seguro ou não.

  2. Raul disse:

    Concordo com tudo o que disse o colega NEI e acrescento que: Sou criador de felinos, adoro gatos e noto que parte da sociedade brasileira tá muito desinformada sobre eles, muitos são desumanos como vejo aki em mato grosso do sul, vejo crueldades sendo praticadas aki numa capital federal onde até os das casas de leis tentam vender a ideia de que é uma capital moderna e sofisticada quando na verdade é muito pouco civilizada e não demonstram amor aos bichos. Tem mais uma coisa, a falta de cultura e bom senso tbm existem em todas as categorias, no outro dia fui numa clinica levar meu felino que o adotei por ele ter sido abandonado por algum(a) infeliz e na hora de preencher o cadastro do animal para ser consultado pelo veterinário eu disse sem receio à atendente que SRD é quem estava preenchendo aquela ficha, pois vejo, que pelo menos aki em mato grosso do sul há sim uma certa discriminação e preconceito em relação aos felinos, mas nesse caso sou eu que discrimino esse tipo de gente, ô gente má!

    Shemí Raul Ferreira Castedo vaaní Lo brazilái. Ani Raul ani Ivrit ken ani Yehudi!

  3. Graziele disse:

    Adorei o artigo! Vou seguir as recomendações, mesmo por que eu amo pássaros e não quero ver nenhum sendo morto por meu querido gato 🙂

    • Nirlene disse:

      Graziele, por favor não faça isso com seu amado gato, procure se informar melhor em fontes seguras, além disso não coloque coleira que não tenham uma certa elasticidade, é perigoso para o seu felino.

    • Rayana disse:

      Deixe seu gato SER GATO! Não coloque esse fardo no pescoço dele. Imagina a tortura! Você terá um gato estressado.

  4. Guilherme disse:

    Parabéns pelo artigo! Essas técnicas são bastante utilizadas no Reino Unido e em muitos países com pensamento um pouco mais avançado. Infelizmente, deve levar um bom tempo para pegar por aqui, mas com educação tudo é possível. É bom lembrar que o gato caçador é um dos principais responsáveis pelo fechamento do ciclo da toxoplasmose.

    • Nirlene disse:

      Guilherme vc conhece bem mesmo todas as formas de contaminação pelo protozoário? Nem tds os gatos estão contaminados pelo Toxoplasma, além disso se vc não comer suas fezes não pegará toxoplasmose do gato.

  5. Rafaela disse:

    Da mesma forma que evita que o gato pegue outros animais (o que é bom), o famoso sininho tb deixa o bichano neurótico. Imagina ter um “drimdrimdrimdrim” o dia todo no seu ouvido ao menor de seus movimentos? Lembrando que os gatos escutam bem melhor… Para preservar as outras espécies, dê brinquedos que simulem a caça, entretenha seu gato, mantenha-o em casa (criação indoor) e passeie na coleira sempre que possível. Treine ele para atender seus chamados, coisa tão simples quando tem petisco envolvido. Tudo isso não vai tirar os instintos dele, mas um gato entretido não fica sedento por qualquer coisinha que se mexe, palavra de quem já teve 32.

    • Nirlene disse:

      Como é bom saber que vc existe do outro lado da telinha. Certíssima vc. Parabéns! O ser humano ainda tem alguma chance de entender melhor os gatos tão injustiçados. 🙂

  6. Matheus Bessa disse:

    Isso incomoda o animal, e como o outro disse, coleiras e sinos incomodam e podem enganchar.
    Meu gato é bem agitado e brincalhão, compro brinquedos mas ele não gosta e ignora os brinquedos, de alguns ele tem até medo. Prefere brincar com o pessoal aqui de casa, os gatos dos vizinhos ou caçando.
    É bom que peguem esses roedores mesmo, na cidades eles são uma praga.

  7. […] ele ainda retém diversos dos seus instintos de caça.  Esse instinto é tão forte aliás que gatos domésticos que caçam somente comem a sua presa 25% das vezes.  Por esse motivo (e com o intuito de manter a biodiversidade no seu ambiente), é importante […]

    • JANAINA CASARINE disse:

      Quem disse que faz mal ? os meus usam nao sao estressados e estao acostumados, detalhe, é um guizo, nao é uma campainha, os gatos sao animais elegantes eles nao andam se sacudindo entao os guizos quase nunca fazem barulho, fazem sim, quando estao correndo brincando, mas não é nada ensurdecedor como vcs estao colocando, e se fosse pra seguir a natureza como todo mundo diz, os gatos nao deveriam ser castrados e nem deveria ficar presos em casa certo? o mundo é outro galera.

  8. Planvet » Gatos são mais “bem sucedidos” que cachorros, diz estudo disse:

    […] ele ainda retém diversos dos seus instintos de caça.  Esse instinto é tão forte aliás quegatos domésticos que caçam somente comem a sua presa 25% das vezes.  Por esse motivo (e com o intuito de manter a biodiversidade no seu ambiente), é importante […]

  9. Thaila disse:

    Pendurem um sino no pescoço de vocês e fiquem assim por uma semana. Vocês vão adorar!!!

  10. Nirlene disse:

    Equipe Linkanimal, sinto muito por ler um artigo como este publicado como se fosse 100% de verdadeiro um texto equivocado e tendencioso desfavorável aos gatos. O que foi dito aqui era pensado a muitos anos atrás, está ultrapassado. Estão condenando vários felinos que convivem com humanos que vão ler isso aqui e acreditar que esse adereço terrível para os gatos sirva para mais que deixá-los neuróticos. Imaginem um animal que preza pelo silêncio, solidão, ambiente calmo, etc, com um objeto agarrado a si fazendo um barulho repetitivo a cada movimento, experimentem por 24h e verão como é enlouquecedor, além do mais o maldito sino tira completamente a defesa do gato(pesquisem), o que não foi citado aqui.
    Vocês afirmam em vários trechos do artigo que estudos apontam, revelam… pois bem, podem por favor me enviar as fontes dos estudos em que se basearam para escrever esse texto? Posso enviar os que ao contrário do exposto provam que os malditos sinos fazem mal aos felinos.
    *Aproveito aqui para alerta aos que realmente amam seus gatos, que não usem COLEIRAS NÃO ELÁSTICAS em felinos que tem acesso a área externa da casa, pois muitos morrem ao pular de algum lugar e ficar pendurado pelo pescoço pela linda coleira que colocou no seu animalzinho. É válido usar uma coleira elástica com a identificação do animal e do seu tutor.
    **Seria demais pedir que ratifiquem o artigo ou retirem ele do site até que tenham absoluta certeza do que estão espalhando como verdade absoluta?
    Aguardo as fontes dos estudos, obrigada!

  11. Eunice disse:

    Absurdo, o barulho direto do guizo próximo ao ouvido do gato se torna insuportável, imagine você o tempo todo ao andar ser obrigado a ouvir um guizo no ouvido.

  12. […] cheap Proscar online canada friendly support, get free samples viagra for all customers gatos domésticos que caçam somente comem a sua presa 25% das vezes.  Por esse motivo (e com o intuito de manter a biodiversidade no seu ambiente), é importante […]

  13. Caduda disse:

    Que maldade com o bichinho… eles tem a audição muito, mas muito, muito sensível, fazer isso é crueldade. Parem pra pensar antes de fazer qualquer coisa que leem na internet. Se não quer matar ratos (preferem deixar seu gato zuado) então criem os bichanos em casa, não deixe sair pra rua. Que absurdo!

  14. Caduda disse:

    Veja o item 2 de sua própria postagem e me diga se é correto colocar sino nos bichos:

    http://www.linkanimal.com.br/gatos/13-fatos-interessantes-sobre-gatos/

  15. Amanda disse:

    Esse artigo deve ser tirado da página! Um absurdo o animal ficar com um sino tocando no ouvido dele o dia todo! Em consulta com veterinário eles já alertam que isso é prejudicial! Vocês consultaram um veterinário antes de ensinar isso as pessoas que não tem conhecimento? Ou melhor andem vcs com um sino no ouvido o dia todo. E antes de culpar o gato por agir instintivamente, façam um artigo no qual ensinem o ser humano a não ter pássaros em gaiolas, isso sim seria útil.

  16. Dani disse:

    Boa noite à todos… esses guizos são realmente polêmicos, dividem opiniões… Bom, gostaria de contar o meu caso. Moro em um sítio onde tenho 7 cães, 5 gansos, 4 galinhas, 1 galo e 1 pata, e claro, muitos pássaros da natureza, lagartos e outros animais silvestres. No final do ano, onde leciono, apareceu uma gatinha preta bebê com o rabo quebrado em 3 lugares, magra e bem judiada. Tentei fazer vista grossa, mas no último dia, juntamente com o segurança chamado Natalino (natal)… discutíamos o caso da gatinha. Como eu já havia resgatado a Cacau na mesma escola, uma cadelinha, ele “sugeriu” deu levá-la embora e tentarmos a adoção… #sqn… Fim de ano, gata filhote preta… bem difícil de conseguir… enfim, está comigo, agora é da família e se chama Sofie, está castrada e convivendo bem com os cães da casa, todos um pouco ariscos ainda, mas bem. Tenho uma Yorkshire de 11 anos cega, com problemas renais e cardíacos, tb resgatada. Com tudo isso, a Sofie, utiliza um guizo para segurança de todos, até dela. A yorkshire tb não ouve bem e utiliza plaquinhas de identificação, que fazem barulho quando ela se movimenta, tudo para a segurança de todos… Hoje mesmo uma cadela matou outra galinha, ainda franguinha… e estou pensando em colocar um guizo nela, para que ela pare de matar as galinhas e pássaros que ela tb pega… Na vida há casos e casos, gostaria de saber o que de diferente vocês fariam para o bem estar de todos aqui no sítio? Desde já agradeço a atenção de todos.

  17. Aline disse:

    Nem sei o que é mais ABSURDO nesse artigo: o fato de desconsiderar totalmente o conforto do animal de escutar 24h por dia um sino badalando no ouvido ou as tentativas de justificar através do conforto do dono e dos outros animais (oi? avisa os outros animais? tipo os ratos? sabe quem reduz a população de pássaro? humanos! que poluem as cidades, cortam as árvores forçando-os a fazer ninhos em postes, telhados, sinais de transito. nao os gatos que caçam no maximo um 3 passaros por semana por INSTINTO). O guizo vai totalmente contra toda essa natureza dos gatos, e por mais que muitos não demonstrem, a coisa pode ir aos poucos transformando-os em animais frustrados e nervosos. Pense se fosse com você: cada passo seu faz um barulhinho bem perto da sua orelha, você pode até desistir de tentar tirar o guizo do próprio pescoço, mas não quer dizer que não incomoda, não é?
    QUER LER UM ARTIGO DE ALGUEM QUE REALMENTE ENTENDE DO QUE ESTÁ FALANDO? LEIA: http://gatinhobranco.com/?p=2846

  18. coyote disse:

    Pq ñ colocam sinos nos pescoços das pessoas q dão veneno aos animais,assim saberíamos qnd estão perto e protegeríamos nossos amiguinhos peludos e fiéis,tanto gato,cachorro ou qlqr animal,nenhum deles merecem coleiras,ou ficarem restritos a um espaço!Eles já sofrem de mais nas mãos dos seres humanos,indústrias de cosméticos testam seus produtos nos pobres bichos,sem poderem c defender,ñ é para os seres humanos?Q testem neles!Isso sem citar outras várias indústrias,então,deixem os animais fora dessas neuras!Eles tbém já sofrem com a fome,frio,sede,calor,dor,maus tratos,etc,a única desvantagem é q ñ podem pedir ajuda!!!!!

  19. Henrique disse:

    Esse artigo é uma bosta. So tenho isso há dizer. Falar para um animal que ele não pode caçar. Coloca um sino no pescoço de uma cobra e fala para ela não comer rato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *