MENU

Anterior

Devo ter um animal de estimação?

Próxima

Próxima

Gatos desfilam o estilo de moda Hipster

Próxima

11/03/2014 Comentários (1) Visualizações: 15845 Cuidados Básicos, Gatos

5 dicas para cuidar do seu gato idoso

Os gatos precisam, assim como nós, de cuidados especiais quando idosos, cuidados estes diferentes de um gato mais jovem. A partir dos sete anos, alguns felinos já podem ser considerados idosos, e estudos certificam que cerca de 90% dos gatos com mais de 12 anos possuem artrite e precisam de atenção redobrada dos seus donos, que devem sempre verificar a mobilidade do felino e possíveis dores que apareçam.

gato-idoso.jpeg
Entre outros pontos, a doença dental também costuma ser um problema nos gatos idosos, o que faz o animal perder vários dentes, tenha dificuldade para comer e sinta muitas dores, ocasionado a perda de peso e de pelo. Problemas renais, de tireoide, no fígado e no coração também podem aparecer em animais com idade avançada.

Confira algumas dicas para cuidar do seu gato idoso e deixá-lo o mais confortável possível nesse período de idade avançada.

Visite o veterinário periodicamente

Quanto maior a idade, mais atenção do veterinário seu gato precisará. Por isso, para animais idosos, o ideal é ir ao veterinário pelo menos duas vezes ao ano. Mesmo que ele esteja saudável, aparentemente, algumas doenças podem se esconder e exames devem ser feitos. Não se esqueça de solicitar, também, uma avaliação da condição corporal durante cada visita ao veterinário, pois ela identifica se seu gato está no peso ideal, não magro demais ou gordo demais.

Adeque a alimentação do seu gato

Na sua essência, os gatos são carnívoros e precisam de nutrientes, como taurina e ácidos araquidônicos, nutrientes estes que apenas carnes animais oferecem. Dietas vegetarianas para gatos idosos são prejudiciais. Não se esqueça de consultar o veterinário para alimentar seu gato com uma dieta apropriada para idade dele.

Mantenha o peso corporal do seu animal

Gatos acima do peso possuem uma tendência maior em ter diabetes, doença de pele, doenças hepáticas e câncer. Com a idade avançada, o problema de peso pode se tornar ainda maior. Novamente, consulte o veterinário para seguir uma dieta adaptada ao estilo de vida do seu animal; ele pode ajudá-lo a escolher uma dieta adequada para o seu gato.

Brinque com o seu gato

Não deixe seu gato parado só porque ele está idoso. Procure usar brinquedos interativos, bolinhas e outras atividades divertidas para que ele mantenha as articulações saudáveis e ainda gasta algumas calorias.

Acomode seu gato idoso adequadamente

Gatos que possuem artrite podem se adaptar melhor com caixas de areia com lados menores, que facilitam a entrada e a saída da caixa. Além disso, dê uma cama macia para seu felino; cobertores e toalhas podem deixá-lo ainda mais confortável. Outro ponto importante é deixar a comida e a água em lugares de fácil acesso, sem escadas ou barreiras no caminho, que dificultem a vida do seu pet.

Foto: Caden Crawford via Flickr / CC BY-ND 2.0

loading...

Um comentário para 5 dicas para cuidar do seu gato idoso

  1. Gian Candeias disse:

    ~ Não sei a idade exata do meu gato porque adotei ele da rua quando ainda era novinho, mas já estou com ele a mais de 5 anos e ele aparenta estar “Idoso”; só possui as duas presas grandes de cima, está lento, e nem mia direito mais; esse gato não é castrado e nunca foi ao Veterinário, e sobreviveu a um envenenamento (perdeu parte da capacidade olfativa e auditiva), e como somos de cidade pequena nunca vi problema em cria-lo solto. Agora estou tentando adequar a alimentação dele a uma ração seca de mais qualidade e aos saches para proporciona-lo a uma terceira idade de qualidade, espero que consiga ! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>