MENU

Anterior

Perguntas para fazer para um criador de pets

Próxima

Próxima

Gatos entendem chamados, mas ignoram donos

Próxima

08/04/2015 Comentários (3) Visualizações: 20556 Cuidados Básicos, Gatos, Problemas De Comportamento

4 dicas para melhorar o comportamento do gato

 

Os gatos possuem características únicas que determinam sua personalidade, temperamento e, principalmente, o tipo de relacionamento e interação que o felino possui com o dono. No entanto, é possível adotar hábitos que melhorem e reforcem o bom comportamento felino.

1. Dar broncas no gato normalmente não funciona

Gatos são animais que não compreendem broncas e nem outras abordagens negativas referente a um mau comportamento. Por isso, o recomendável é que você não grite e nem reprima o animal, pois ele pode reagir de maneira agressiva ou mesmo adotar determinadas posturas para te desagradar. Neste caso, a melhor atitude para corrigir uma prática negativa é utilizar recursos que façam o felino não repetir o comportamento.

Uma maneira de evitar que o gato não suba em prateleiras, estantes ou lugares indesejáveis, por exemplo, é colar fita dupla face no local. A medida em que o felino se sentir incomodado com a situação, evitará repetí-la.

gato-bravo.jpg

2. Reforçar os bons comportamentos do gato é a maneira mais eficiente de educá-lo

Os felinos, em geral, funcionam de uma maneira bem simples: não reagem bem a repreensões, mas compreendem bem reforços positivos feitos pelo seus donos.  Por isso, é mais eficiente para a educação felina utilizar recursos como elogios, petiscos e brincadeiras quando o pet adota a postura desejada por seu dono.  Desta forma, o gato associará seus comportamentos a coisas positivas entendendo que tal comportamento gera bons resultados.

3. Uma maior interação com o felino pode resultar em melhores comportamentos

As brincadeiras são uma eficiente alternativa para aliviar o estresse e tédio , aguçar os instintos, relaxar e até mesmo adestrar o felino.

Isso porque os brinquedos para gatos têm propriedades eficientes para o seu bem-estar e para estreitar ainda mais o relacionamento com o seu dono.  Com isso, quanto mais você interagir, melhor será o estímulo ao pet.

As brincadeiras também devem ser utilizadas como uma oportunidade para adestrar o gato.  Se você não quer que o gato pule na mesa, por exemplo, é importante que esse comportamento seja proibido também durante as brincadeiras.

4. Ao não atender todos os pedidos do gato, donos reforçam sua liderança

Justamente por questões comportamentais, muitos donos têm a sensação de que o gato manda ou mesmo é resistente a receber ordens. Essas questões acontecem pouco quando o dono determina limites para o seu felino e compreende os limites e necessidades do seu gato.

Boa parte do mau comportamento felino pode estar relacionado ao tipo de interação que ele tem com o seu dono. Um claro exemplo disso é o miado de gato. Se você alimentar o gato toda vez que ele miar, o animal tornará isso um hábito.

O ideal é que você compreenda os instintos de seu gato para viver uma relação harmoniosa, saudável e feliz com o seu felino.

Foto: Tambako da Jaguar via flickr / CC BY-ND-2.0

loading...

3 comentários para 4 dicas para melhorar o comportamento do gato

  1. Natália disse:

    Tenho uma gata persa que adora arranhar os móveis ou caixas. Eu simplesmente falo pra ela: “Puka, não pode” e ela para de arranhar, mas fica triste quando é repreendida.
    E eu até tento brincar com ela, mas ela é muito “grossa”, 100% das vezes que brinco com ela, saí sangue dos arranhões e as mordidas chegam a machucar !

    • Lourdes P.Ferreira disse:

      Natalia, pode ser que suas brincadeiras com a gata esteja sendo por ela interpretadas no sentido de ataque, e então ela se defende. Tente, por exemplo amarrar um ratinho de brinquedo (com ketnip) em um barbante e puxar para ela correr atrás. Jogue bolinhas de borracha (pequenas) e incite-a a correr em busca da bolinha. Uso muito aquelas que vendem em bancas de jornais e custa um real ( maiorzinha custa dois reais). Enfim, brinque com ela bastante mas com brincadeiras que mantenham certa distância entre vocês, inclusive o peixinho amarrado na ponta de um barbante atado em uma vara. Ela certamente não resistirá a essas brincadeiras. Gatos adoram caixas de papelão, muito mais do que lindas caminhas, portanto tenha algumas espalhadas pelos lugares onde ela gosta de ficar. Tenho certeza que isso irá proporcionar uma interação maior entre vocês. E o amor de um gato é a coisa mais gostosa que a vida pode nos dá, pois eles são verdadeiramente amorosos e fiéis (muito mais do que o bicho-homem.

  2. William disse:

    Aqui em casa temos o Zé, com três anos e castrado, e a Mina com dois meses. Os dois foram adotados recentemente. No entanto o Zé tem sido bastante agressivo com a Mina e ela, por sua vez, acaba sendo agressiva também. Como devemos proceder para equilibrar essa convivência?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>