MENU

Anterior

Sphynx

Próxima

Próxima

Bengal

Próxima

British shorthair

Reconhecido por: GCCF, FIFé, CFA, TICA

País de Origem: Reino Unido

Data de Origem: 1980

Porte: Médio e Grande

Peso: 4 - 8 kg

Tamanho do Pelo: Curto

Tipo da Pelagem: Macia e Lisa

Expectativa de Vida: 12 a 17 anos

Cor: Todas as cores sólidas, tartaruga, bicolor, fumaça e prateado e preto, tabbies e colorpoint

Características da raça

Residência

Temperamento

Convivência

Cuidados básicos

Doenças comuns

Fotos de British shorthair

Envie sua foto pra gente

Mais sobre British shorthair

Conhecido como um dos gatos mais antigos da Inglaterra, o british shorthair, ou pelo curto inglês, é um gato que tem perfil reservado e independente.

 

Com porte físico e olhar marcantes, o british shorthair é um gato bem popular na Inglaterra que está se popularizando ao redor do mundo. Por conta de uma variação de cor da sua pelagem, ele é também conhecido como “british blue”.

Origem

A raça é descendente de gatos domésticos que chegaram à Inglaterra com o exército romano e se adaptaram ao clima e à terra nova de maneira fácil. Os gatos romanos descendiam de felinos selvagens africanos e eram exímios caçadores, mas no continente europeu, a raça não desenvolveu tanto o lado de caça.

 

Segundo alguns dados, o primeiro british shorthair foi exposto em 1871, em Londres, recebendo a certificação de um gato de raça inglesa. Sua catalogação é bem antiga, e os primeiros exemplares chegaram à Inglaterra em 50 D.C, mas o clima mudou a sua pelagem. O gato como conhecemos hoje teve suas caracterísitcas estabelecidas no século 19, por Harrison William Weir, que selecionava os melhores exemplares da raça e a aprimorava.

Temperamento

O british shorthair é um gato de temperamento tranquilo e sociável, sendo indicado para famílias com crianças e com outros animais, como cães.  Embora ele goste da companhia das pessoas, ele não faz questão de ficar no colo e tende a não gostar de ser carregado.   Ele é o tipo de gato que sempre estará por perto, sentando do seu lado enquanto você assiste televisão ou em um prateleira quando você cozinha, porém não em cima de você ou no seu colo.  Isso tudo muda na hora de dormir, dado que gatos dessa raça adoram dormir na cama dos donos.

 

Os miados são baixos e ele pode ficar sem produzí-los por dias, o que é bem indicado para pessoas que vivem em apartamentos. Independente, ele não se incomoda em ficar um tempo sozinho e aprecia esses momentos, sabendo se cuidar muito bem.

 

Ainda que tenha um sangue de caçador, o british shorthair não aflora muito esse lado e não costuma atacar ou correr atrás de pássaros, tendo uma postura calma em diversas situações.  Mas vale lembrar que a personalidade desses gatos muda muito conforme eles vão crescendo.  Como filhotes, são ativos e brincalhões, porém tendem a se acalmar quando se tornam adultos.

Características físicas

O british shorthair tem um corpo curto e forte, com pernas também curtas e grossas. De modo geral, seu físico tem aparência redonda e seus lábios são marcados, o que inspirou a criação do personagem Cheshire, de Alice no País das Maravilhas.  Diferentemente dos gatos mais leves, que andam silenciosamente pela casa, é comum ouvir as patas do british shorthair conforme ele anda pela casa.

 

Seu nariz é curto e seus olhos são arredondados e distantes um do outro. As fêmeas são menos robustas que os machos e seu tamanho varia entre médio e grande, com pelagem firme e curta, mas cheia.  Das diversas cores da raça, a mais comum é a “azul”.  Similarmente, as cores sólidas tendem a ser mais populares do que os tabbies e colorpoint.

Cuidados específicos

O british shorthair é um gato saudável, mas, em alguns raros casos, pode ter cardiomiopatia hipertrófica, o que pede visitas frequentes ao veterinário para descobrir quanto antes a doença.

 

Os gatos dessa raça são higiênicos e não precisam tomar banhos frequentemente.  Porém, para manter o pelo saudável, é importante escová-lo pelo menos uma vez por semana.  Ao mesmo tempo, por conta da propensão da raça a ter problemas na gengiva e para evitar futuros problemas periodontais, recomenda-se escovar os dentes do gato com frequência.

 

Esse gato aprecia ter seu espaço, tornando-se necessário deixar sua caixa de areia e, separadamente, sua água e comida, em um espaço calmo da casa, para que ele não sinta que está sendo invadido.

Foto: British Shorthair por Nickolas Titkov / CC BY-SA 2.0

Navege por outras raças de gatos

Bom para apartamento

68% concordam x 32% discordam

Eu...