MENU

Anterior

Bengal

Próxima

Próxima

Gato Siamês

Próxima

Chartreux

Reconhecido por: FIFé, CFA, TICA

País de Origem: França

Data de Origem: 1700

Porte: Médio

Peso: 3,5 - 7 kg

Tamanho do Pelo: Curto

Tipo da Pelagem: Macia, Lisa e Grossa

Expectativa de Vida: 11 a 15 anos

Cor: Azul

Características da raça

Residência

Temperamento

Convivência

Cuidados básicos

Doenças comuns

Fotos de Chartreux

Envie sua foto pra gente

Mais sobre Chartreux

“Muitas vezes confundido com o azul russo ou com o british shorthair de cor azul, o chartreux é um gato reservado com estranhos que possui características muito particulares, especialmente quando se trata de personalidade e comportamento.

Origem

Acredita-se que o chartreux tenha sido originado no século 18, quando alguns gatos sírios foram levados para a França e lá misturados com outros animais.  Aliás, nos anos 1700s, o chartreux era um dos gatos mais comuns da França. Porém, menos de cem anos depois, a raça já estava quase extinta.

 

A raça inicialmente era conhecida mais pela sua habilidade de caçar ratos e sua pele do que pelas sua personalidade.  Mas depois da primeira gerra mundial, amantes da raça começaram a procurar exemplares pelas ruas, de forma manter a raça viva.

 

Mais tarde, em 1930, duas irmãs que adoravam felinos passaram a selecionar os exemplares de cor azul e olhos amarelos, características que acabaram sendo a marca registrada da raça.

 

Durante a segunda Guerra Mundial, os chartreux quase desapareceram e, para preservar a raça, alguns criadores começaram a cruzá-los com o british shorthair de cor azul, fazendo com que virassem uma só raça. Alguns criadores e clubes, porém, não aceitavam esta mescla e lutaram para provar que o gato azul francês possuía suas próprias particularidades – o que os separou definitivamente.

Temperamento

O chartreux é uma raça independente e divertida que adora uma boa diversão.  Se você pretende ter um chartreux, se prepare para ter duas a três sessões de brincadeiras com o seu gato diariamente.  Eles amam pular, caçar e correr com os seus brinquedos e gostam quando o dono participa desses momentos.  Esse espírito divertido da raça faz com que eles se dêem bem com outros gatos e animais.

 

Ao mesmo tempo que eles são brincalhões, os chartreux também não se importam de passar o dia deitado ao seu lado assistindo televisão. Embora eles sejam carinhosos, preferem ficar ao seu lado ou por perto ao ficar no seu colo.

 

Na família, eles podem se identificar com um membro preferido e ser mais fiel a ele do que aos demais. É comum que estes animais sigam seus donos pela casa de uma maneira muito similar a que os cães fazem (comportamento que lhe rende, em alguns lugares do Mundo, o apelido de “gato-cão”).

 

Reservado com estranhos, o chartreux gosta de estar perto daqueles que conhece, com quem costuma se sentir a vontade. Por seu temperamento peculiar, é aconselhado que o animal, desde filhote, seja acostumado com diferentes situações, a fim de não criar um gato extremamente tímido ou medroso.

 

O chartreux gosta de ter companhia e se dá bem sem a sua presença em casa principalmente quando há algum outro gato com que ele possa se relacionar.

Características físicas

De tamanho médio (apesar de alguns machos poderem ser considerados grandes), o chartreux que hoje conhecemos possui características próprias, capazes de diferenciá-lo facilmente de outras raças que aceitam a predominância da cor azul. Fortes e robustos, eles apresentam uma cabeça grande e arredondada, com um focinho pequeno e bochechas largas. Com olhos redondos (jamais puxados), o chartreux costuma ter um olhar bastante expressivo que nunca deve ter tons diferentes do amarelo/ dourado.

 

Assim como acontece com o gato exótico, sua pelagem não deve ficar rente ao corpo. De modo geral, ela deve conferir um aspecto arredondado ao gato, acentuando sua definição física e valorizando sua corpulência.  Os machos, especialmente, são bastante musculosos, com um peitoral bem desenvolvido (algo que também o diferencia de outros gatos com cor similar).

Cuidados

O chartreux costuma perder bastante pelo, o que requer escovações regulares com intervalos de até dois dias entre elas com a intenção de remover os pelos mortos. Resistente, o chartreux não costuma apresentar enfermidades típicas da raça, porém possui uma grande tendência a desenvolver otites e outros tipos de problemas nas orelhas.

 

Vale lembrar que sua maturidade é tardia, podendo demorar até quatro anos para um animal se desenvolver completamente, algo que faz com que sua reprodução seja mais lenta.

 

Foto: Evie I por Mike McCune / CC BY 2.0

Navege por outras raças de gatos

Mais sobre raças

Bom para apartamento

68% concordam x 32% discordam

Eu...